Featured Post

Style Muse: Miss Fisher (Miss Fisher's Murder Mysteries)

Image
EN Summary: Today I want to share a character that has caused a great impact on me style-wise: the Honorable Miss Phryne Fisher (a free spirit and private detective in the 20's) masterfully interpreted by actress Essie Davies. The style of this character has blown me away. Keep reading to see a compilation of Pinterest gathered photos of Mish Fisher's outfits. Enjoy! --- PT Sumário: Hoje quero partilhar uma personagem que me causou um grande impacto em termos de inspiração e estilo: A Honorável Miss Pryne Fisher (um espírito livre e detetive privada nos anos 20), magistralmente interpretada pela atriz Essie Davies. O estilo desta personagem absorveu-me completamente. Continuem a ler para uma seleção de fotos dos looks da Miss Fisher, retiradas do Pinterest. Espero que gostem!

Marfy 2268 weekend status report: let the hand-stitching begin – Passamos agora a coser à mão


EN Summary: As far as machine stitching is required, the coat is completed. During the weekend I was able to finish the inner shell, attach it to the outer shell and top-stitch along the collar seam, front and collar edges. I also got a second sewing machine to function as a backup to my Pfaff Ambition Essential and I am sharing my first impressions about this machine, since I’ve used it to perform all these tasks on the coat. 
---
PT Sumário: Este fim-de-semana consegui coser tudo o que é para coser à máquina neste casaco, só faltam os acabamentos que vão ser feitos à mão. Com a máquina cosi a camada interna do casaco, uni-a à camada exterior e pespontei com torçal ao longos da costura do decote, e ao longo das orlas da frente e gola do casaco. Na semana passada também comprei uma segunda máquina de costura para funcionar como “reserva” da minha Pfaff Ambition Essential e neste artigo partilho as minhas primeiras impressões desta máquina, uma vez que a utilizei para coser o casaco neste fim-de-semana.

EN: As I have mentioned in my last post, my reliable Pfaff lost her timing in the weekend before the last and had to be repaired, so I was unable to make as much progress on the coat as I had planned last week. I was really beating myself up because I’ve been thinking of getting a backup machine for a while yet I kept procrastinating,… So I felt like it was more than time and opted for a mechanical backup sewing machine and since I’ve been thinking making a pair of jeans soon, I picked the Singer Heavy Duty model 4423 because it has been advertised as a “domestic” semi-industrial machine and its price was really appealing. I would have opted for a second hand industrial if only I had the space for setting it up (or rather, I have a small room functioning as a sewing studio but I rarely use it because I prefer using my living room large table where I can keep an eye out on my son). So here’s what I’ve accomplished during the weekend, using the Singer Heavy Duty: 
---
PT: Como já tinha referido no artigo anterior, a minha fiel Pfaff perdeu o sincronismo no fim-de-semana antes deste último e teve de ser reparada, razão pela qual o trabalho no casaco teve de ser interrompido. Fiquei mesmo chateada, pois ando há imenso tempo a pensar em comprar uma máquina de reserva e agora fiquei com “as calças na mão”… Pois já era sem tempo e encomendei a dita máquina. Optei por uma segunda máquina completamente mecânica como reserva e escolhi a Singer Heavy Duty modelo 4423 porque tem sido anunciada como uma “semi-industrial doméstica” e consegui um excelente preço pela internet. Teria optado por uma boa máquina industrial em segunda mão, mas para isso necessitava de um espaço dedicado; como gosto de costurar na sala para estar de olho no meu filho, essa ideia foi posta de parte. O que consegui avançar neste fim-de-semana (usando a Singer) foi o seguinte:

EN: The previous photo shows the completed inner shell (facings + lining + inner collar); my other machine jammed while I was sewing the lining and the Singer stepped in to complete the job, and rather well in my opinion. The machine is indeed powerful with a more potent engine and being capable of stitching up to 1100 stitches per minute (my Pfaff maximum speed is 750 stitches per minute btw, so not a huge difference here; the industrial machines can perform even faster). The Singer behaved very well with the sheer lining, I just changed the needle to a #12, adjusted the needle tension and I was set. This machine also comes with a presser foot pressure adjustment knob, which is very useful when sewing with different fabric weights IMO. Of course I had to get used to changing the different settings every time I needed a different stitch; on my other machine I just had to press a button. I also missed the reverse stitching button, which allows the machine to stitch backwards on its own; the Singer has reverse stitching capability but you have to pull a lever down while stitching, while on my Pfaff I am able to reverse and still use both of my hands to guide the fabric while stitching. Another feature I missed from the electronic sewing machine was the needle down/up starting position. With the Singer sometimes I had to turn the side wheel if I wanted the needle to end up in the downward position. Other than missing these “bells and whistles” the Singer was really easy to handle, and the speed control pedal is great, allowing you to stitch very slowly if desired, or at full speed ahead. The machine vibration and noise are low, considering it is a mechanical sewing machine. It has a heavy metal frame that gives it stability but I didn’t feel it was too heavy (not much heavier than my other machine at least). The limitations of the Singer Heavy Duty are the sewing space (it’s smaller than the Pfaff and I don’t think there’s an extension table to be purchased for this sewing machine) and perhaps the accessories like different presser feet. It comes with the really basic regular foot, zipper foot, button foot and 1-step buttonhole foot. 
--- 
PT: A foto acima mostra a camada interior terminada (vistas + forro + gola interior); a minha Pfaff encravou enquanto cosia o forro e esta Singer continuou a tarefa e bastante bem na minha opinião. A máquina tem realmente muita força, com um motor mais potente do que o normal e com capacidade para coser até 1100 pontos por minuto (a Pfaff cose até 750, a diferença não é assim tão grande neste caso; uma industrial sim, cose a mais do dobro da velocidade da Pfaff). A máquina portou-se muito bem com o forro fino, bastou mudar a agulha para o tamanho 80, ajustar a tensão da linha e pronto. Também podemos ajustar a pressão do calcador nesta máquina, algo que acho muito útil para coser tecidos de diferentes espessuras. É claro que tive de me habituar a olhar para todos os botões rotativos e ajustar antes de iniciar qualquer ponto, ao contrário da outra máquina onde bastava carregar num botão. Também senti falta do botão de inverter a direção da costura; a Singer tem capacidade de coser atrás mas é preciso manter a mão na alavanca frontal que controla esta capacidade, o que implica usar só uma mão para guiar o tecido. Outro controlo do qual senti a falta é o controle da posição da agulha para terminar a costura com a agulha para baixo; na Singer, para garantir que paramos com a agulha em baixo temos às vezes de girar o volante. À parte de sentir a falta destes “luxos”, a máquina porta-se mesmo muito bem. O controlo de velocidade é excelente e permite coser bem devagar se quisermos ou então disparar na velocidade máxima. O facto de a máquina ter uma estrutura maciça em metal garante que não vibra nem faz demasiado barulho para uma máquina mecânica. Quanto ao peso, nem achei que fosse assim tão pesada (8Kg), pelo menos comparando com a Pfaff). É uma máquina pequena com menos espaço para coser do que a Pfaff e as suas limitações prendem-se mais com os acessórios que vêm co a máquina e os que podem ser adquiridos separadamente. A máquina vem só com os calcadores mais básicos (o normal, o de fechos, o de coser botões e o de coser casas em um só passo), e tem mais alguns que podem ser adquiridos A posteriori. Não tem mesa de extensão, por exemplo.


EN: A little detail of the inner shell, the hanging chain on the back neck, was incorporated when I sewed the inner collar to the lining and front facings. 
---
PT: Um pequeno detalhe na camada interior é a corrente de pendurar que é incorporada na costura que une a gola interior ao forro e vistas da frente do casaco.
EN: I proceeded with stitching the inner shell to the outer shell and while I was at it,  I was really able to appreciate the Singer capabilities with handling bulky fabrics and seams; it stitched through all layers with ease and the stitching quality is remarkable. I stitched around the front and collar edges with both layers right sides together and also stitched a little section on the bottom edge of the coat (to finish off the bottom corners the industrial way); I didn’t bag the coat completely because turning a heavyweight coat like this inside out through a lining hole would be a nightmare; I much prefer finishing the lining hem by hand with this type of fabric. After joining both shells and turning the coat to the right side through the large section of unfinished lining hem, I hand basted all edges and pressed. I also hand-basted the neckline seam in the ditch to secure the seams of both layers accurately overlapped:
---
PT: Continuei cosendo as duas camadas do casaco direito contra direito ao longo das orlas da frente e da gola, a toda a volta e aqui pude apreciar a facilidade com que a Singer lida com este tecido volumoso. A qualidade dos pontos é também muito boa; apesar de crusar costuras muito volumosas, não tive um único ponto em falso. A bainha do forro não foi cosida à máquina ao casaco, apenas uma pequena secção nos cantos da frente (para garantir um acabamento industrial). A verdade é que coser a bainha do forro e deixar apenas uma pequena abertura para depois virar o casaco para o direito seria um pesadelo com este tecido tão grosso, por isso prefiro fazer o acabamento do forro à mão neste caso. Depois das duas camadas unidas e o casaco virado para o direito, alinhavei as orlas da frente e gola e também a costura do decote para garantir que as costuras do decote das duas camadas ficam sobrepostas com exatidão.
EN: With the collar in place the coat really begins to look almost finished! The last task performed with the sewing machine was top-stitching close to the collar seam and around the edges of the coat. Below you can see me top-stitching close to the neckline seam ans if you look carefully you'll notice the hand-basting in the ditch. The Singer sewing machine is able to stitch up to 4mm length while the Pfaff can go up to 4.5mm, not a big deal. I used a jeans needle and buttonhole twist on the needle and adjusted the stitch length to the maximum. Again the sewing machine behaved really well.
---
PT: com a gola o casaco já começa a parecer pronto! A última tarefa com a máquina de costura foi passar os pespontos decorativos, um junto à costura do decote e depois em toda a volta das orlas e gola do casaco. Na foto seguinte podem ver-me a coser o pesponto junto ao decote e se olharem com atenção veem os alinhavos mesmo na costura. Usei uma agulha jeans e linha torçal só na agulha, com o comprimento máximo do ponto. Esta Singer pode coser com pontos até 4mm de comprimento (a Pfaff vai até 4.5, uma diferença ligeira). Mais uma vez a Singer mostrou-se à altura, coseu muito bem este tecido grosso e o ponto manteve-se uniforme mesmo ao cruzar costuras volumosas.
EN: The following tasks are to be performed by hand:

- Finishing the inside of the buttonholes
- Hemming the coat (bottom and sleeves)
- Tacking the facings of the coat from the inside
- Fell-stitching the lining hem to the hem of the coat
- Sewing in the buttons and the label

I also tried the Singer SM on making bras (more on that later ;) )and she behaved equally well. This model doesn't do many stitches, but features most of the stitches I use the most, including the triple zigzag for bra-making and most of the stretch and overcast stitches (in fact I preferred this model to the 4411 because of the stretch stitches, mainly the triple stitch, useful for top-stitching jeans). The only stitch lacking is the lightening stitch (useful but optional for stitching the strap elastics to the back band of the bra forming the scoop shaped back).
And this is it! I probably won't resume my work on the coat until next weekend (I much prefer hand-stitching with natural light and during the week that is almost impossible),... I am also shifting my mood towards spring sewing, you know spring is around the corner... I guess I won't get much wear of this heavyweight coat this year, unfortunately. Thank you all for dropping by!
---
PT: As seguintes tarefas serão efetuadas à mão:

- Acabamento interior das casas de botão
- Bainha do casaco
- Coser as vistas por dentro ao casaco com pontos cruzados
- Coser as bainhas do forro com pontos invisíveis
- Coser os botões e a etiqueta

Também experimentei a máquina a fazer soutiens (mais sobre isso num próximo post ;) ) e portou-se igualmente bem. Este modelo não vem com muitos pontos mas traz a maioria dos que costumo usar mais frequentemente, incluindo o ziguezague triplo para os soutiens e a maioria dos pontos elásticos e de chuleio. De facto preferi este modelo ao modelo abaixo, a 4411, porque este traz os pontos elásticos, incluindo o pesponto triplo muito útil para pespontos decorativos nos jeans. O único ponto que uso e a máquina não traz é o ziguezague "trovão" (tem a forma de um raio), que é opcional na costura das alças à banda do soutien atrás quando estas seguem uma curva até aos colchetes. Em vez deste ponto pode-se usar o ponto a direito ou mesmo um ziguezague normal.
E é tudo por agora! Só devo retomar o casaco no próximo fim-de-semana porque coser à mão só com luz natural... De qualquer forma já não resta muito inverno para gozar o casaco, a primavera está aí à porta e com ela a minha disposição para costurar roupas mais leves,... Obrigada a todos por aparecerem!

Comments

Faye Lewis said…
Your coat is gorgeous Tany!
Tomasa said…
Impeccable workmanship (as always) on this coat. It is coming along beautifully. I am glad the Singer backup machine worked out well for you!
mags said…
Looking gorgeous. I just tried and failed to do machine button holes on a Linton tweed jacket on me Piaf. I wonder if the singer would cope with the thickness?
Tany said…
Thanks Mags! I doubt it, at least with the automatic 1-step... a 4-step buttonhole (without using that long plastic feet for the automatic buttonholes) might work....

Popular posts from this blog

Molas de pressão forradas - <em>Covered snaps</em>

Weekend Jacket progress report: setting in the sleeves by hand – Progresso na jaqueta este fds: colocação das mangas à mão

2016#31: <em>My Mondrian YSL inspired dress is finished!</em> - O vestido inspirado em Mondrian de YSL está terminado!